top of page

Highlights: Holanda GP

Atualizado: 16 de jan.

Escrito por Eduarda Gouvêa

Editado e revisado por Isadora Guerra


A LARGADA

Highlights: Holanda GP
Fonte: @f1 no Twitter












Verstappen teve sucesso em manter a liderança na primeira corrida da segunda parte da temporada. O neozelandês largou bem, disparando na frente e sendo seguido por Lando Norris, que diferente de Silverstone, não deu muito trabalho. Já Alonso, na curva três, corria por fora e alcançava a terceira colocação.


CHUVARADA LOGO NO INÍCIO


Highlights: Holanda GP
Fonte: @f1 no Twitter












Ainda na volta de apresentação os pingos começaram a cair. Logo na metade da primeira volta, chuva intensa na pista. Hora de voltar ao box e definir uma nova estratégia, rapidamente, porque pneu para pista seca era muro na certa. A maioria optou pelos intermediários. Enquanto Alonso e Verstappen iam para os boxes fazer suas trocas, Perez assumiu a liderança chegando a colocar 13 segundos de vantagem! Com “sapatos novos”, Max não demorou muito para chegar no companheiro de equipe. E nem precisou ultrapassá-lo, já que a RBR planejou um undercut perfeito a favor do líder do mundial.


SARGENTO NO MURO


Highlights: Holanda GP
Fonte: @f1 no Twitter












Depois de ter sobrevivido ao caos inicial, Logan Sargeant perdeu o controle de sua Williams e foi direto para a barreira de segurança, na volta 16. Apesar de sair ileso, o piloto ficou desolado pelo péssimo resultado após uma classificação promissora em 10º lugar (a melhor dele no ano e a melhor de um americano em décadas). O acidente provocou um Safety Car até a volta 22, quando Verstappen relargou bem, seguido por Perez, Alonso, Gasly e Sainz.


A FALTA DE SORTE DE LECLERC


Highlights: Holanda GP
Fonte: @f1 no Twitter












Pouco depois de uma disputa interessante de posições (15º e 16º) com o estreante Liam Lawson, a Ferrari chamou Charles Leclerc para os boxes e recolheu o carro, alegando que o assoalho estava danificado. Antes de abandonar, Leclerc ainda teve que lidar com novos erros da Ferrari no pit stop (sim, os mecânicos foram pegos desprevenidos com a chuva inicial e não tinham os pneus em mãos quando o monegasco parou nas primeiras voltas).


CHUVA VOLTA FORTE E ZHOU BATE


Highlights: Holanda GP
Fonte: @f1 no Twitter












A corrida seguiu sem muitas surpresas até a volta 61, quando a chuva veio com tudo de novo. E mais forte. O piloto chinês Guanyu Zhou aquaplanou e bateu seco nas barreiras da curva 1. Bandeira vermelha, direção de prova interrompeu a corrida e carros voltaram aos boxes, aguardando uma relargada ou o encerramento do GP da Holanda.


E DEU MAX PELA NONA VEZ CONSECUTIVA!


Após cerca de 40 minutos de paralisação, a direção de prova optou por uma relargada em movimento com Safety Car. Max deu o pé, Alonso até tentou colocar o carro por dentro, mas não teve sucesso (porém, garantiu o ponto extra com a volta mais rápida e também foi eleito piloto do dia). Perez, que vinha na terceira posição, levou uma punição de cinco segundos por excesso de velocidade no pit lane e entregou de bandeja um lugar no pódio para o francês Pierre Gasly. Sainz ficou em 5º e Hamilton terminou em 6º, seguidos por Lando Norris, Alex Albon, Oscar Piastri e Esteban Ocon, respectivamente.


Highlights: Holanda GP
Fonte: f1.com














Verstappen conquistou sua 9ª vitória consecutiva na mesma temporada, igualando o recorde de Sebastian Vettel. Max lidera o mundial com 339 pontos contra 201 de Perez e 168 de Alonso.


A VOLTA POR CIMA DE GASLY


Destaque ainda para a performance de Pierre Gasly, que levou a sua Alpine ao 3º lugar. Este foi seu quarto pódio na carreira e o primeiro pela equipe francesa. Se valendo de uma corrida caótica e com muita chuva em Zandvoort, o francês saiu do 12º lugar para cruzar a linha de chegada em quarto, herdando o pódio de Perez, punido por excesso de velocidade no pitlane.


Highlights: Holanda GP
Fonte: f1.com












A BRAVURA DE ALBON


O piloto da Williams esteve em excelente forma durante todo o fim de semana, mas um erro de estratégia quase arruinou sua corrida. Ainda assim, mais uma vez com a tática de esticar o uso dos pneus, o tailandês conseguiu chegar em oitavo lugar. Albon largou em quarto lugar e foi um dos pilotos que não mudou imediatamente para os pneus de chuva. A decisão parecia errada, até porque ele caiu para o fundo do grid. Mas, ao longo da corrida, um longo stint com pneus macios e pista secando rendeu muitas ultrapassagens.


Highlights: Holanda GP
Fonte: f1.com












Após a relargada, Albon se beneficiou do duelo entre Norris e Russell, em que o piloto da Mercedes sofreu danos e abandonou. A recompensa foram quatro pontos no campeonato, que permitiram à Williams ultrapassar a Haas no Mundial de Construtores e agora assumir a sétima posição.


O DEBUT DE LIAM LAWSON


Outro destaque do Highlights: Holanda GP foi a estreia de um rookie. Com a lesão de Daniel Ricciardo no TL2, ainda na sexta-feira, o neozelandês Liam Lawson, 21 anos, foi escalado de última hora para substituí-lo na AlphaTauri. O jovem piloto da Academia Red Bull, que atualmente corre na Super Fórmula Japonesa, conseguiu um resultado bastante razoável, considerando que ele nunca havia pilotado essa Alpha, largou em último e terminou na P13. Lawson deve correr também em Monza, neste fim de semana, enquanto Ricciardo se recupera em Barcelona.


Highlights: Holanda GP
Fonte: f1.com













Commenti


Se inscreva para não perder nada!

Seja bem-vinda(o) ao mundo do Mulheres no Paddock! Obrigada por se inscrever!

bottom of page