top of page

GP do Bahrein: curiosidades, história e tudo o que você precisa saber sobre o circuito

Atualizado: 16 de jan.

O Fórmula 1 Gulf Air Bahrain Grand Prix de 2023 será disputado entre os dias 03 e 05 de março


Escrito por Ana Queiroz


Na sexta feira dia 03 teremos os treinos livres 1 e 2 às 8h30 e 12h respectivamente no horário de Brasília (sendo às 14h30 e 18h no horário local) com transmissão pelo BandSports e F1 TV. No sábado dia 04 teremos o treino livre 03 e a qualificação às 8h30 e 12h também respectivamente no horário de Brasília (14h30 e 18h horário local) com transmissão no BandSports, F1 TV e a qualificação na Band. E por fim no domingo dia 05 a corrida irá ocorrer às 12h no horário de Brasília (18h horário local) com transmissão na Band e na F1 TV.


GP DO BAHREIN
Fonte: https://www.formula1.com/en/racing/2023/Bahrain/Circuit.html

O Circuito do Bahrein é localizado em Sakhir e possui 5.412 Km, deverá ser percorrido 57x (Voltas) completando assim o total de 308.238 Km rodados em uma corrida. Possui atualmente 15 curvas e 3 zonas de DRS. O recorde de volta mais rápida dentro de uma corrida é de Pedro de la Rosa que fez sua volta de 1:31.447 em 2005. Já a pole mais rápida pertence a Lewis Hamilton que cravou o tempo de 1:27.264 em 2020. A gama de pneus escolhida pela Pirelli para a corrida deste ano é: C1 (duro), C2 (médio) e C3 (macio). Informações gerais dadas, vamos agora conhecer um pouco mais da história do circuito que vem abrir a temporada de 2023 da Fórmula 1.


O Circuito Internacional do Bahrein começou a ser construído em dezembro de 2002. Assim como o Circuito Yas Marina em Abu Dhabi, os desenvolvedores tinham uma tela de areia em branco para trabalhar e, com isso, criaram a pista técnica de 5,4 km projetada por Hermann Tilke.


GP DO BAHREIN
Fonte: https://www.formula1.com/en/latest/article.why-we-love-the-bahrain-grand-prix.1JqYl7oOyjwpL6ct3wSRIo.html

2004 foi o primeiro ano oficial do GP. Os pilotos se alinharam pela primeira vez sob um céu incomumente nublado para o Bahrein, nesta época o GP ainda era disputado durante o dia. A corrida foi dominada (como muitas em 2004) pelas duas Ferraris, com Michael Schumacher vencendo esse primeiro GP histórico em cima de seu companheiro Rubens Barrichello, enquanto a multidão também assistia a uma fantástica luta de cães entre o Jaguar de Mark Webber e o Renault de Fernando Alonso.


Em 2010, por causa do aumento de carros no grid da Fórmula 1, o Grande Prêmio passou a utilizar um novo traçado para a corrida, com 887 metros a mais. Após reclamações dos pilotos, o traçado voltaria ao seu trajeto original na temporada seguinte.


Em 21 de fevereiro de 2011, o Grande Prêmio do Bahrein, agendado para ocorrer no dia 13 de março, foi cancelado devido a protestos contra o governo que ocorriam no país. Em 2012 uma nova onda de protestos tomou conta do país. Zayed Al Zayani, chefe-executivo do Circuito Internacional do Bahrein, reiterou a segurança do país para receber a corrida.


Em 2014, o Grande Prêmio do Bahrein foi disputado à noite, em comemoração aos 10 anos da corrida no país, e a partir dele, a prova passou a ser disputada no período noturno nos GPs seguintes. No mesmo ano, pouco depois dos testes da Fórmula 1 em fevereiro, a primeira curva da pista foi renomeada em homenagem ao heptacampeão alemão, Michael Schumacher, graças às suas conquistas e também como forma de apoio, após ter sofrido um acidente de esqui quase fatal, no final de dezembro de 2013.


GP DO BAHREIN
Fonte: https://ge.globo.com/motor/formula-1/blogs/voando-baixo/post/2020/11/26/gp-do-barein-30-informacoes-que-voce-precisa-saber-sobre-a-corrida.ghtml

O Grande Prêmio do Bahrein de Fórmula 1 de 2020 foi realizado com portões fechados por causa do surto de coronavírus. Foi nesta corrida que tivemos o inesquecível acidente de Romain Grosgean, que escapou na saída da curva 3, perdeu o controle do carro após tocar na AlphaTauri de Daniil Kvyat e bater forte no muro. Com o carro rachou no meio e se partiu em dois com o impacto no guard rail antes de pegar fogo, com a dianteira sendo esmagada pelas lâminas de aço. Grosjean ficou 27s em meio às chamas antes de ter sido resgatado. O impacto da batida foi estimado em 53G. Romain foi salvo por milagre e também pelo halo e pela célula de segurança no cockpit sofrendo apenas queimaduras nas mãos e nos tornozelos, sendo assim danos mínimos para um acidente que há alguns anos seria fatal.


GP DO BAHREIN
Fonte: https://www.autosport.com/f1/news/todt-f1-needs-to-quickly-understand-scary-fiery-grosjean-crash-4976727/4976727/

Por conta da pandemia de COVID- 19 em 2020 o circuito do Bahrein recebeu mais uma corrida que foi denominada Grande Prêmio de Sakhir (formalmente denominado Formula 1 Rolex Sakhir Grand Prix) foi a décima sexta etapa do Campeonato Mundial de 2020 da Fórmula 1. O GP foi disputado em 6 de dezembro de 2020 no traçado externo do Circuito Internacional do Bahrein e teve como vencedor o mexicano Sergio Pérez. Nesta corrida também tivemos a estreia de George Russel na Mercedes após assumir o lugar de Lewis Hamilton que tinha testado positivo para Covid.


GP DO BAHREIN
Fonte: https://www.formula1.com/en/latest/article.watch-from-last-to-first-how-did-sergio-perez-win-the-sakhir-grand-prix.1WrFcmKNV11pGIwD0P8YJu.html

Uma característica do circuito são as grandes áreas de escape, que já renderam críticas por não punirem os pilotos que saem da pista, embora isso tenha feito do Grande Prêmio do Bahrein uma das pistas mais seguras do mundo e tende a impedir a entrada de areia na pista.


Uma curiosidade interessante sobre esse GP, é que os pilotos não estouram o tradicional champanhe no pódio, embora as bebidas alcoólicas sejam legais no Bahrain, em contraste com a vizinha Arábia Saudita e o Catar. Em vez disso, eles usam uma bebida não alcoólica feita com água de rosas conhecida como Waard.


O piloto a ganhar mais vezes esse GP foi Lewis Hamilton subindo ao lugar mais alto do pódio em 2014, 2015, 2019, 2020 e 2021. Já a equipe que mais ganhou foi a Ferrari tendo seus representantes triunfando em 2004, 2007, 2008, 2010, 2017, 2018 e 2022.


Ganhadores do GP do Bahrein


GP DO BAHREIN

No ano de 2022 o GP foi ganho pelo monegasco Charles Leclerc que completou a corrida em 1h 37min 33s 584, com volta mais rápida de 1min 34s 570, após ter conquistado a pole position com o tempo de 1min 30s 558. Seu companheiro de equipe Carlos Sainz foi o segundo lugar e Lewis Hamilton ficou com o terceiro lugar após os DNFs de Max Verstappen e Sergio Perez.


GP DO BAHREIN
Fonte: https://www.formula1.com/en/latest/article.ross-brawn-new-f1-cars-and-tyres-a-great-start-to-improving-wheel-to-wheel.2JI9TeKi2uvdOg0GI9A84c.html

Normalmente, podemos esperar grandes corridas e ultrapassagens decentes no Bahrein, enquanto os pilotos têm que enfrentar o vento, correr sob holofotes e a dificuldade de encontrar uma configuração decente com as grandes flutuações de temperatura entre as sessões e toda a pressão do início de uma nova temporada. O ponto mais desafiador da pista é a curva 10 por ser fechada, em declive e sem curvatura para a esquerda, enquanto a corrida rápida na curva 12 é outro destaque, permitindo que os pilotos realmente sintam seus carros ganhando vida.


Dada a natureza da pista, os participantes das corridas no Bahrein sempre tiveram uma chance decente de participar de um ou três duelos no deserto. Longe das pistas de corrida, o Bahrein, como você pode esperar, é um ótimo lugar para pegar sol, com o reino do arquipélago de 33 ilhas apresentando alguns resorts de cair o queixo. E se você quiser fazer algumas corridas, o Bahrain International Karting Circuit, localizado ao lado da pista, é uma das melhores instalações de kart do mundo.


As opções são um pouco limitadas no Bahrein, já que os organizadores, compreensivelmente, não querem que muitos fãs tenham que se deslocar para o meio de um deserto quente para assistir à ação. A melhor aposta é conseguir um lugar na arquibancada do Batelco, dando a você uma excelente visão dos carros entrando na curva 8, martelando na curva 9 e 10 e, em seguida, passando por você na descida para a curva curta 11. Caso contrário, a arquibancada do lado de fora das curvas 1 e 2 permitirá que você assista a muitas ultrapassagens, em qualquer layout da pista.


E você o que espera para o GP deste ano, com a nova configuração dos carros, muitas mudanças no grid? Será que os novatos já vão marcar pontos na primeira corrida como Guanyu Zhou fez ano passado? Quem será que leva, Max Verstappen com a Red Bull, Charles Leclerc com a Ferrari ou Lewis Hamilton com a Mercedes? Conta para a gente nos comentários.


Então apertem seus cintos, que a primeira parada deste ano já chegou ao seu destino e é RACE WEEK!


Fontes




Comentarios


Se inscreva para não perder nada!

Seja bem-vinda(o) ao mundo do Mulheres no Paddock! Obrigada por se inscrever!

bottom of page